Cuidar

 

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), a saúde é um estado de completo bem-estar físico, mental e social, e não consiste apenas na ausência de doença ou de enfermidade. Assim, quando se fala da prestação de cuidados é importante definir o conceito de saúde versus doença, pois é nesta relação que o "Cuidar" surge, embora como dissesse um conhecido médico alemão: “Saúde não é ausência de danos. Saúde é a força de viver com esses danos”. Saúde é acolher e amar a vida assim como se apresenta alegre e trabalhosa, saudável e doentia, limitada e aberta ao ilimitado que virá além da morte (Boff, 2000).

 

Os tratamentos abaixo são usados juntos ou separados e outras técnicas também são utilizadas como iridologia, trabalhos posturais chineses, entre outros.

Medicina Tradicional Chinesa

A Medicina Tradicional Chinesa (MTC) é uma racionalidade médica diferente da Biomedicina  e envolve, do diagnóstico ao tratamento, uma visão vitalista.

A  MTC tem por base a integração e interação entre o ser humano e a natureza, a manutenção da saúde e a prevenção da doença, visando harmonizar o estado de saúde geral das pessoas.

O contato com a MTC permite  uma concepção de corpo diferenciada e oferece outras explicações para as relações entre corpo/mente/emoção e sintomas.

Incluem-se aqui os Microssistemas chineses, que auxiliam e possibilitam a continuidade do tratamento fora do consultório. Auriculoterapia (chinesa e francesa), YNSA, Reflexo podal e quirodal são muito utilizadas para este fim.

Florais

As essências florais são extratos sutis de flores, que potencializam as qualidades humanas, harmonizando desequilíbrios emocionais e mentais, concentrando potencial energético e atuando por ressonância vibracional. Assim, com os florais, tratamos a pessoa, não a doença.

O princípio dos florais é trabalhar num processo de transformação interior, com o objetivo de transformar disposições mentais negativas em positivas, ou seja, o floral desperta a consciência.
Trabalho com o sistema do Dr. Bach, Filhas de Gaia, Bush Australiano, FES e Florais de Findhorn.

Danças Circulares

Desde os tempos mais remotos, nossos ancestrais dançaram todos os momentos importantes de sua existência: a guerra e a paz, o retorno de terras distantes, o casamento, a semeadura e a colheita, o nascimento e a passagem. 

Bernhard Wosien, bailarino clássico, coreógrafo, pedagogo e pintor (1908-1986) resgatou danças de diferentes povos percorrendo vários paises, e percebeu que essa era uma prática inclusiva, que possibilitava a todos a experiência da dança, e de vivenciar a alegria, a amizade, o amor, tanto para consigo mesmo como para com os outros, possibilitando assim, uma comunicação sem palavras.

A Comunidade de Findhorn já existia há 15 anos quando Wosien ensinou as Danças pela primeira vez. De 1976 para os dias de hoje, centenas de Danças foram incorporadas ao conjunto do que passou a se chamar “Danças Circulares Sagradas”, ou somente, “Danças Sagradas”. De Findhorn, esse trabalho espalhou-se pelo mundo todo.

Através da dança circular trabalhamos os aspectos grupais, sem a perda da individualidade, desenvolvendo o apoio mútuo e a integração, além de trazer leveza e bem- estar, ampliamos a concentração, o ritmo, a lateralidade e a possibilidade de reduzir a ansiedade e stress.

 

 

I'm another title

Aromaterapia

A palavra “Aromaterapia” deriva da palavra francesa “aromatherapie”, cunhada inicialmente pelo químico francês Rene Maurice Gattefosse em 1928.

Aromaterapia significa “uma terapia de aromas”. É o uso (controlado) de óleos essenciais para manter e promover a saúde e a vitalidade do espírito, das emoções e do corpo físico.

Tratar-se com Aromaterapia significa ter uma nova percepção do próprio corpo através de massagem terapêutica, inalação, banhos, compressas, escalda-pés, entre outros.

 

 

 

Fitoterapia

A fitoterapia e o uso de plantas medicinais fazem parte da prática da medicina popular, constituindo um conjunto de saberes internalizados nos diversos usuários e praticantes, especialmente pela tradição oral.

A utilização profissional dos fitoterápicos necessita estar fundamentada em bases farmacológicas para podermos prever interações medicamentosas.

O conhecimento prévio do profissional de saúde sobre a terapêutica com fitoterápicos ou plantas medicinais, a orientação para uma utilização adequada, sem perda da efetividade dos princípios ativos localizados nas plantas e sem riscos de intoxicações por uso inadequado é fundamental.

 

Arte integrativa

As mais variadas formas de arte são recursos de livre expressão do ser, de seu emocional, que muitas vezes são difíceis de serem expressos por meio de palavras e idéias.

Visam descobrir o prazer intrínseco na produção de alguma forma artística, e algumas vezes podem ser utilizados como recursos terapêuticos para acesso ao inconsciente.

© 2015

Meditação à beira da piscina